Registro de lucro do Bradesco no segundo trimestre é de R$ 6,3 bilhões

Diante da temporada de balanço financeiro do segundo trimestre, o lucro do Bradesco registrado durante esse período foi de R$ 6,3 bilhões. O montante é responsável pelo crescimento de R$ 63,2% da receita da instituição ante o mesmo período de 2020, mesmo registrando queda de 3% em relação ao primeiro trimestre de 2021.

Enquanto isso, o lucro contábil do banco foi de R$ 5,974 bilhões, marcando um crescimento de 70,4% em sua base anual e contração de 2,9% no trimestre. De acordo com a Refinitiv, por exemplo, a expectativa do mercado para os resultados divulgados era de R$ 6,45 bilhões.

Já o resultado sobre o patrimônio apresentado foi de 17,6% contra 11,9% no segundo trimestre do ano passado. Já no primeiro ciclo de 2020, o resultado apresentado foi de 18,7%. 

Administração do Lucro do Bradesco também registra números positivos

De acordo com as informações divulgadas no relatório do trimestre pelo Bradesco, a instituição registrou evolução significativa em relação ao mesmo período de 2020. Em torno de receitas de prestação de serviços e margem financeira com clientes, sem mostrar dados sobre a afirmação.

Em nota, emitiram o comunicado: “Em relação ao trimestre anterior, o bom desempenho das receitas relativas a margem financeira com clientes e serviços, aliado à redução das despesas com PDD e despesas operacionais, contribuíram para reduzir o impacto decorrente do menor resultado obtido com as operações de seguros, previdência e capitalização, que mesmo afetado pelos efeitos da pandemia, atingiu o montante de mais de R$ 1,5 bilhão”, disse a gestão do banco. 

Na questão de despesas com provisões, o cálculo total foi de R$ 3,487 bilhões, contra R$ 8,89 bilhões em 2020. Já a margem financeira trabalhada pelo banco chegou ao patamar de R$ 15,738, representando uma alta de 1% em relação ao primeiro trimestre deste ano. 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo