Recorde de IPOs na bolsa americana chama a atenção de investidores

Em 2021, o recorde de IPOs na bolsa americana chama atenção de investidores nacionais e internacionais. Além da estreia das empresas de tecnologia Vtex e Zenvia no último mês, o ano já conta com o maior número de IPOs no mercado americano, principalmente na Nasdaq. 

Além disso, mais cinco empresas demonstraram interesse em estrear na Nyse e Nasdaq até dezembro, podendo tornar o ano de 2021 como um dos melhores no aspecto de volume financeiro de operações no mercado. 

Se nos últimos cinco anos as empresas brasileiras juntas conseguiram levantar em torno de US$ 9 bilhões em treze operações, até o momento, em 2021 foi possível arrecadar US$ 1,44 bilhão.

Entre os negócios mais esperados pelo mercado nacional, estão a estreia de possíveis IPOs de fintechs como PicPay e Nubank.

Recorde de IPOs deve ser apenas o início

Além das fintechs mencionadas, o recorde de IPOs deve contar com outras empresas do segmento financeiro, como a curitibana Ebanx, responsável por intermediar pagamentos de plataformas de grande porte como Spotify e Shopee, por exemplo. 

O objetivo da empresa era estrear no mercado no terceiro trimestre do ano, mas pode ter os planos adiados para o iníci ode 2022. 

Entretanto, apesar do recorde de IPOs nos Estados Unidos, muitos negócios afirmam que não deixam de olhar para o mercado brasileiro como uma possibilidade real. Essa definição, segundo muitos dos negócios, está relacionada ao porte e a origem de receita das empresas. 

De acordo com a expectativa do mercado, a previsão é a de que 2022, inclusive, pode ser ainda melhor para os negócios estrearem na Bolsa de Valores internacional no ano que vem, já que muitas estão estudando o mercado e analisando as melhores oportunidades para o momento.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo