Lucro da Caixa cresce em quase 145% no segundo trimestre

Diante da rodada de investimentos e resultados, o lucro da Caixa foi divulgado no fim da quarta-feira (19). Os resultados da empresa apresentaram um lucro líquido de R$ 6,26 bilhões no segundo trimestre de 2021, representando uma alta de 36,6% em relação ao primeiro trimestre do ano e 144,4% maior em relação a 2020.

Enquanto isso, a margem financeira conquistada pela empresa foi de R$ 11,111 bilhões, com registro de aumento em 0,8% e 19,7%, respectivamente.

Os resultados relacionados às operações de crédito tiveram um crescimento de 2,1% em relação a março e em 13,4% diante do segundo trimestre do ano passado, terminando este período de 2021 com saldo positivo em R$ 816,251 bilhões. 

Já as receitas relacionadas à tarifas e prestação de serviços também apresentaram alta de 3,1% em relação ao primeiro trimestre de 2021, somando R$ 5,859 bilhões entre abril e junho. 

Mais detalhes sobre o lucro da Caixa

O lucro da Caixa Econômica Federal pôde ser atribuído a diferentes fatores, como o aumento de pedidos de financiamentos imobiliários e cartas de crédito por parte de pequenos empresários para lidarem com as consequências da Covid-19.

Além disso, parte do impulsionador dos resultados da instituição financeira também estão relacionados ao IPO da Caixa Seguridade, que acabou tendo um bom desempenho e crescimento de ativos ao longo do período. 

Segundo a empresa, as receitas de operações de crédito do banco público tiveram alta de 8,2% em doze meses. Porém, as despesas de recursos dos clientes acabou tendo um recuo de 10%, melhorando o cálculo de margem dos ativos. 

Falando em ativos, durante o final de junho, a empresa somava R$ 1,464 trilhão em ativos totais. O montante é 2,4% superior ao registrado no ano passado. Em patrimônio líquido, o banco conseguiu crescer 1,9%.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo