IVVB11: O que é, quais as vantagens e como investir

O IVVB11 é um dos principais ETFs de exposição ao mercado norte-americano atuantes na bolsa de valores brasileira, e possui relevância significativa para os investidores nacionais.

Afinal, o ativo oferece uma cesta com papéis das principais empresas americanas, já com conversão para a moeda local.

Além da praticidade que o ETF traz para o mercado brasileiro, ele também é responsável pelo aumento da diversificação global desses fundos no país, democratizando seu acesso a diferentes perfis de investidor.

Por isso, profissionais que desejam se tornar especialistas no mercado de ações devem conhecer o IVVB11 e considerar incluí-lo em sua carteira.

Mas antes de tomar essa decisão, confira o guia especial que preparamos sobre o ativo, com os principais detalhes para que você possa investir com mais confiança.

A partir de agora você confere:

  • O que é IVVB11?
  • Qual a importância desse investimento?
  • Como investir no IVVB11?
  • Quais as principais vantagens e desvantagens deste ativo;
  • Para quem ele é indicado.

O que é o IVVB11?

IVVB11 é a sigla para iShares S&P 500 Fundo de Investimento, um ETF que replica o índice S&P 500 em reais, também chamado S&P 500 Brazilian Real Index.

Basicamente, o ativo reúne ações das 500 principais empresas dos Estados Unidos, analisando critérios como tamanho, liquidez e setor de atuação.

Além disso, por se tratar de um índice voltado para o mercado brasileiro, ele já oferece conversão para a moeda local usando a cotação PTAX do Banco Central.

O IVVB11 foi criado em 2014, e é administrado, atualmente, pela BlackRock Brasil, uma das principais gestoras do segmento.

Trata-se de um dos principais investimentos com carteira composta por empresas norte-americanas, e faz parte dos 36 ETFs que estão listados na B3 até o momento.

Vale lembrar que ETF é a sigla para Exchange Traded Fund, ou Fundo de Índices, em tradução, um investimento formado por diversas ações que replicam um determinado índice de referência.

Nesse caso, o IVVB11 reproduz o desempenho do indicador S&P 500 Brazilian Real Index, mas a bolsa de valores brasileira possui uma grande variedade em seu catálogo.

Por exemplo, conta com índices nacionais, índices orientais e até mesmo fundos de criptoativos.

Dessa forma, o investidor local pode diversificar sua carteira com uma série de ETFs e indicadores diferenciados, todos disponíveis na B3.

Qual a importância do ativo IVVB11 no Brasil?

Embora o IVVB11 seja baseado em um índice estrangeiro, ele é de extrema importância para o cenário brasileiro.

Isso porque existem mais de 6 mil empresas de capital aberto negociadas nos EUA, o que pode dificultar o processo de análise de investidores interessados nesse segmento.

No entanto, o S&P 500 filtra as 500 companhias com o maior valor de mercado, de maneira prática e simples, facilitando não apenas o investimento, como também a administração desses papéis.

Além disso, o índice inclui alguns nomes de peso em sua cesta, como:

  • Microsoft;
  • Apple;
  • Facebook;
  • Netflix;
  • Amazon.

Dessa forma, o IVVB11 torna o investimento em empresas norte-americanas mais acessível no Brasil, já com a conversão de moedas.

Ainda, esse ativo aumenta a exposição do mercado ao dólar, a moeda mais forte do mundo no momento, o que aumenta as probabilidades de rendimentos positivos.

Por fim, a democratização do mercado de ações depende de fundos como o IVVB11, que facilitam o acesso a grandes empresas da bolsa de valores, mesmo para iniciantes.

Isso atrai novos investidores e faz com que a economia se aqueça, gerando uma maior movimentação interna e externa.

Como investir em IVVB11?

Depois de analisar o IVVB11 e determinar se ele combina com o seu perfil de investidor, é possível investir no ETF em apenas algumas etapas.

A princípio, é importante fazer uma avaliação detalhada, e considerar todos os pontos positivos e negativos deste tipo de investimento.

Investidores experientes realizam esse procedimento de forma individual, mas iniciantes podem contar com a ajuda de especialistas na área, para receberem a devida orientação.

Em seguida, é necessário garantir uma conta corrente ativa em uma corretora especializada, pois é a única forma de fazer transações com esses ativos.

No entanto, o processo de abertura é simples e rápido, podendo ser feito em um dia.

O próximo passo é localizar o ativo no home broker, a plataforma de operações que cada corretora disponibiliza para seus clientes. O IVVB11 pode ser encontrado por meio do seu código tracker.

Finalmente, basta selecionar o número de cotas desejado e realizar o investimento, já podendo acompanhá-lo pelo sistema.

Entretanto, é importante garantir que a sua conta possui o valor mínimo necessário, pois alguns ETFs demandam um certo número de cotas.

No caso de dúvidas, o investidor pode contar com a consultoria da corretora ou com a ajuda de especialistas de alta performance.

Quais as vantagens de investir na ETF IVVB11?

Investir no IVVB11 pode trazer uma série de vantagens para o investidor. Conheça algumas das principais:

Exposição às maiores empresas do mundo

O IVVB11 possui exposição das 500 empresas mais bem avaliadas na bolsa de valores americana, o que significa que elas também possuem reconhecimento global.

Alguns dos principais nomes de multinacionais fazem parte da cesta do S&P 500, e permitem que os investidores brasileiros possam adquirir suas cotas com mais facilidade.

Isso não apenas aumenta as chances de bons rendimentos, como também pode diversificar as carteiras com as maiores empresas do mundo.

Boa valorização

Enquanto o Brasil tem uma economia emergente, com uma bolsa avaliada em cerca de R$0,8 trilhão, a bolsa de valores americana representa $30 trilhões de dólares.

Como a maior potência econômica do mundo, suas empresas são bem valorizadas, o que promove uma cesta variada e com papéis bem-negociados.

Dessa forma, o investidor tem mais chances de rentabilidade, além de um acesso mais prático à ações valorizadas.

Desvantagens da IVVB11

Por outro lado, existem alguns pontos menos positivos sobre o IVVB11, e é importante que o investidor esteja atento antes de investir. Confira:

Exposição à oscilação do dólar

A exposição direta ao dólar pode ser um fator positivo ou negativo, pois a menor oscilação pode impactar o fundo, formado por empresas unicamente norte-americanas.

Embora as variações não tenham sido extremas nos últimos meses, existe a possibilidade de grande oscilação no mercado, e o investidor fica exposto a esse risco.

Dependência de fatores externos da economia

Além disso, por se tratar de um ETF composto de empresas estrangeiras e com exposição ao dólar, fatores externos também podem afetar o investimento.

Por exemplo, o cenário político no Brasil e nos Estados Unidos costuma fazer com que o mercado de ações oscile, influenciando o IVVB11.

E uma vez que essa dependência não está ao alcance do investidor, essa pode ser uma desvantagem do ativo.

Para quem a ETF IVVB11 é indicada?

A princípio, o IVVB11 é indicado para todos os investidores que se interessam pelo mercado de ações internacionais.

Esse índice é um dos principais da bolsa, por permitir o acesso à 500 das melhores empresas dos Estados Unidos em um único ativo.

Dessa forma, mesmo iniciantes nesse ramo podem se beneficiar com esses papéis acessíveis e fáceis de administrar.

No entanto, mesmo sendo um fundo indireto, pessoas com um perfil mais conservador podem não se interessar pelo ETF, especialmente pelos riscos e exposição.

Assim, o IVVB11 é recomendável para quem deseja explorar outros ativos de renda variável, e contam com um perfil mais moderado ou agressivo.

Vale a pena investir em IVVB11?

De forma geral, todo investidor deve conhecer ativos de renda variável, e ter um ETF para diversificar sua carteira.

Sendo assim, o IVVB11 pode ser uma boa opção, por trazer algumas das maiores empresas do mundo em uma única cesta.

Além disso, ele é acessível para todo o mercado brasileiro, com boas chances de rentabilidade e exposição à moeda mais forte atualmente.

Nesse caso, vale a pena analisar o IVVB11 como sua próxima aquisição, e conhecer mais sobre os ETFs, que estão dominando o cenário econômico no Brasil e no mundo.


Tabela Investidor Alerta

Dados técnicos do IVVB11
NomeiShares S&P 500 Fundo de Investimento
Código de identificaçãoIVVB11
Índice de referênciaS&P 500 Brazilian Real Index
Número de empresas500
ValorR$241.98
Taxa de administração0,24%
Aplicação mínima inicial50.000 cotas

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo