Criptomoedas do PSG saltam 145% na expectativa do anúncio de Lionel Messi

Após a confirmação da saída de Lionel Messi do Barcelona no último domingo, as criptomoedas do PSG (Paris Saint Gramain) saltaram 145% nesta segunda-feira (09) na expectativa do anúncio do jogador a qualquer momento por parte do clube. 

A notícia de que Messi estaria entrando em um avião em direção à capital francesa fez com que as moedas digitais do time tivessem forte disparada. 

A expectativa do mercado para essa movimentação é grande, já que além de se mostrar um dos principais times a manter o salário do argentino sem qualquer tipo de redução, a forte influência do brasileiro Neymar pode pesar na decisão do craque.

Mesmo com a presença de outros astros do futebol internacional como Neymar, Mbappé e Sérgio Ramos, a chegada de Messi colocaria o Paris Saint Germain em outro patamar. Tanto a nível de futebol, como cifras financeiras. 

Mais detalhes sobre o impacto de Messi nas criptomoedas do PSG

O aumento no volume de negociações das criptomoedas do PSG é devido ao engajamento mais efusivo por parte dos jogadores, levando a moeda digital do clube a ter uma das maiores expressividades do pregão.

A chegada do jogador argentino à Paris significaria maior atenção dos meios midiáticos, mais engajamento dos torcedores com o clube e uma receita inimaginável, já que seriam envolvidos novos patrocinadores e camisas de produtos oficiais relacionados à Messi, como a camisa do time. 

O fluxo de compra das criptomoedas do clube, utilizadas como utility token emitidas pela plataforma Socios.com, pode ser encontrado em relação à criptomoeda Chiliz. 

Tendências de criptomoedas

Além das criptomoedas do PSG, outros times de futebol também estão apostando neste tipo de recurso para conseguir engajar os torcedores e assim, captar mais dinheiro para as instituições.

Alguns nomes conhecidos desse universo utilizando esse formato de investimento são a Seleção Espanhola de Futebol, a Seleção Brasileira de Futebol e alguns times nacionais como Corinthians e Atlético-MG.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo