Brasil fica na segunda posição no ranking geral de juros reais

De acordo com o levantamento realizado pela gestora de fundos Infinity divulgado na última quarta-feira (4), o Brasil ficou em segundo lugar em relação à taxa de juros real. Ao todo, a marcação para o país foi de 2,52%.

A pesquisa mostrou que, à sua frente, está apenas a Turquia. Desta forma, o Brasil fica à frente de grandes potências do mercado financeiro, como China, Rússia e Indonésia, por exemplo.

Descontando a inflação dos juros, o retorno do dinheiro na prática foi bastante satisfatório de acordo com a pesquisa. O resultado, inclusive, só foi possível após o aumento de 1 ponto percentual na taxa Selic na reunião de ontem pelo Comitê de Política Monetária (Copom) que foi de 4,25% para 5,25%.

Ranking de juros reais

Segundo a pesquisa, entre 168 países, 85,1% mantiveram seus juros como esperado, onde 12,5% aumentaram suas taxas e 2,4% cortaram. Os resultados foram influenciados principalmente por conta da pressão do mercado financeiro em torno da instabilidade da pandemia do novo coronavírus. 

O movimento global de políticas de afrouxamento monetário perdeu força, com o aumento expressivo no número de BCs sinalizando preocupação com a inflação, em especial devido aos recentes choques de oferta e perspectiva de alta nas commodities, com diversas altas de juros”, disse em relatório divulgado à imprensa.

Confira abaixo quais foram os países com maiores taxas de juros reais avaliados pela pesquisa.

Ranking de juros reais

PaísTaxa de juro atual descontada a inflação projetada para os próximos 12 meses
1. Turquia6,40%
2.Brasil2,52%
3. Rússia1,89%
4. Indonésia1,47%
5. China0,85%
6. México0,31%
7. Japão-0,13%
8. África do Sul-0,22%
9. Colômbia-0,27%
10. Malásia-0,55%

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo